Circuito Dcarte GO 2017 apresenta o espetáculo “Palavra de Rainha” em Goiânia e Anápolis
    Espetáculo inspirado na vida de Dona Maria I, Rainha de Portugal, marca o regresso aos palcos de Lu Grimaldi, uma das mais aclamadas atrizes do teatro brasileiro


     

    A Dcarte, produtora com expertise de mais de 20 anos na concepção de eventos artísticos e educacionais, realiza neste ano, por meio do Circuito GO de Teatro, a apresentação de dez espetáculos teatrais de reconhecida qualidade, sendo dois infantis, no Circuito GO Kids. O primeiro será o premiado espetáculo “Palavra de Rainha”, no dia 27 de janeiro, no Teatro Municipal de Anápolis. Em Goiânia, nos dias 28 e 29 de janeiro, o drama, interpretado por Lu Grimaldi, poderá ser conferido no palco do Teatro Madre Esperança Garrido. 

    Sob a direção de Mika Lins, o drama Palavra de Rainha, escrito pelo jornalista, dramaturgo e roteirista Sérgio Roveri, traça um caminho oposto para dignificar uma personalidade relevante. O espetáculo é inspirado na vida de Dona Maria I, rainha de Portugal e primeira e única rainha do Brasil. Uma mulher dividida entre a religiosidade extrema e as obrigações de monarca. O texto combina fatos históricos e altas doses de ficção para radiografar a trajetória da primeira mulher a assumir o trono português, e que entrou para a história como a “Piedosa” ou “A Louca”. O espetáculo flagra Dona Maria em três situações distintas: os anos que passou reclusa no Palácio de Queluz, para onde foi enviada aos primeiros sinais de sua loucura, a fuga da família real portuguesa para o Brasil e seus últimos anos de vida, num convento das carmelitas no Rio de Janeiro.

    Sérgio Roveri, dramaturgo e autor da peça, destaca a riqueza desta personagem “trágica” e “complexa”, que poderia ter sido criada “pela mente de um Shakespeare ou de um Eurípides”. “D. Maria foi talhada pela vida, o que dá uma dimensão assustadoramente real às suas dores, aos seus dilemas e aos seus poucos e pequenos prazeres”, sublinha. “Que Palavra de Rainha possa servir, ao menos, de um convidativo cartão de visita desta mulher com quem a história foi tão pouco generosa”, conclui o autor.

    A última temporada do espetáculo Palavra de Rainha foi realizada em 2016 em Lisboa, Portugal, com apresentações no Palácio Nacional de Queluz, onde habitou D. Maria I de 1794 a 1807 - ano da partida da Família Real Portuguesa para o Brasil. O espetáculo recebeu dois Prêmios Qualidade Brasil. A atriz Lu Grimaldi foi eleita a melhor atriz drama e Mika Lins, melhor diretora drama. 

    Sinopse
    Alvo fácil para os estereótipos, a família real portuguesa é constantemente retratada de forma caricata no Brasil. Lu Grimaldi representa Maria I (1734-1816), a primeira mulher a assumir o trono em Portugal. A mãe de dom João VI teve a trajetória marcada por tragédias familiares e conflitos religiosos. Morreu esquecida e perturbada em um convento de carmelitas no Rio de Janeiro, dando origem ao apelido. O espetáculo é marcado por um conjunto de acertos. A dramaturgia de Roveri promove um questionamento abrangente sobre a velhice e a dependência capaz de ultrapassar a figura histórica. A aclamada atriz Lu Grimaldi brilha em uma interpretação econômica e tira proveito de um trabalho de corpo que a permite interagir com o cenário criado por Cássio Brasil. A encenação concebida por Mika revela-se de extremo bom gosto e oferece belíssimos e raros efeitos visuais.

    Culta e muito religiosa, a rainha governou Portugal durante 15 anos com dedicação e prudência, tentando reverter alguns dos atos mais polêmicos do reinado do pai (D. José) e do seu primeiro-ministro, Marquês de Pombal, relata a diretora do Palácio Nacional de Queluz, Inês Ferro.

    A vida privada da rainha, cujo bicentenário da morte se assinalou em 2016, foi marcada por uma sequência de eventos trágicos. À morte do marido, D. Pedro III, em 1786, seguem-se, dois anos depois, as mortes do príncipe herdeiro D. José, da filha Mariana Victória e do Arcebispo de Tessalónica, seu diretor espiritual. “São duros golpes para a mente frágil da rainha que é dada como incapaz em 1792”, refere Inês Ferro. Até a partida da família real para o Brasil, D. Maria viveu recolhida no Palácio de Queluz.

    A rainha morreu no Rio de Janeiro aos 81 anos, em 20 de março de 1816. O seu corpo regressou para Portugal cinco anos depois, para ser sepultado na Basílica da Estrela. 

    Sobre Lu Grimaldi
    Lu Grimaldi é uma das mais aclamadas atrizes do teatro brasileiro. Estreou nos palcos em 1973, na peça Dzi Croquetas. Dentre as 14 peças, 17 telenovelas e 10 filmes que protagonizou, destaque para “Vale Tudo”, “Terra Nostra”, “Um Só Coração”, “Padroeira” e “Sinhá Moça”.

    Já foi premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e pela Associação de Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo, (APETESP). Além disso, recebeu o Troféu Melhores do Ano e o prêmio Qualidade Brasil.

    Sobre Sérgio Roveri - Autor
    O autor Sérgio Roveri é jornalista, dramaturgo e roteirista. Autor de 15 peças teatrais, ganhou alguns dos principais prêmios do teatro brasileiro como o Funarte de Dramaturgia pela peça “Andaime” e o prêmio Shell de Teatro pela peça “Abre as asas sobre nós”. Trabalhou no desenvolvimento de dois seriados para Rede Globo e fez parte do time de roteiristas que criou e escreveu o seriado “Três Teresas”, exibido pelo canal GNT. Escreveu as biografias do dramaturgo e diretor Giafrancesco Guarnieri e da autora de livros infantis Tatiana Belinky. 

    Sobre Mika Lins - Diretora
    Mika Lins Glasberg é uma atriz brasileira. Ela estreou nos palcos em 1984 na peça “A Casa de Bernarda Alba”, com a qual foi indicada ao Prêmio Mambembe, mas recebendo Prêmio Governador do Estado. Dirigiu a peça “Seria cômico se não fosse trágico” e foi protagonista do espetáculo Frida, que conta a história da pintora mexicana Frida Kalo. A atriz trabalhou junto com diretores teatrais consagrados como Antônio Abujamra e Zé Celso. Iniciou no cinema com o filme norte-americano “O Quinto Macaco”, em 1989 ao lado de Bem Kingsley. Na TV atuou em produções como “O Canto Das Sereias”, “Chapadão do Bugre”, “Os Ricos Também Choram” e “Amigas Rivais”. Além de atuar, também realiza trabalhos de direção de arte, como no clipe de Chico César “De uns tempos pra cᔠe “Bombando em Bagdá”, da banda Supergalo.

    Ficha Artística e Técnica: 
    Elenco
    : Lu Grimaldi 
    Texto
    : Sergio Roveri 
    Direção: Mika Lins 
    Cenografia e Figurinos: Cassio Brasil
    Trilha Original: Daniel Maia 
    Designer de Luz: Fran Barros 
    Produção: Dcarte e Gelatina Cultural

    Tempo: 60 minutos 
    Classificação: 12 anos

      A Dcarte é amiga da TDB - Turma do Bem. Este e outros espetáculos do projeto Circuito GO de Teatro e GO Kids encaminharão crianças para tratamento odontológico completo.  Mais informações: http://turmadobem.org.br/br/

    Serviço:
    Anápolis
    Data: 27 de janeiro (21h) 
    Local: Teatro Municipal de Anápolis
    Avenida Brasil, 200 - Setor Central 

    Valor dos ingressos: 
    R$ 60 (Inteira) / R$ 30 (Meia) - Primeiro lote – até 15 de janeiro
    - Desconto de 50% na inteira para Clube do Assinante de O Popular
    - De acordo com a Lei n° 12.933/2013, 40% dos ingressos serão destinados a meia entrada.

    Pontos de venda: 
    Bilheteria do Teatro – No dia do espetáculo a partir das 10h até o início da apresentação
    Espaço Odontológico - Rua Coronel Batista, 394 - Setor Central - (62) 3321-5162 
    Master Ortho Clínica - Av. São Francisco de Assis, 269, Jundiaí - (62) 3324-9399 

    Informações: (62) 3902-1111

    Goiânia
    Data: 28 de janeiro (21h) e 29 de janeiro (20h)
    Local: Teatro Madre Esperança Garrido 

    Valor dos ingressos: 
    R$ 60 (Inteira) / R$ 30 (Meia) - Primeiro lote – até 15 de janeiro
    - Desconto de 50% na inteira para Clube do Assinante de O Popular
    - De acordo com a Lei n° 12.933/2013, 40% dos ingressos serão destinados a meia entrada.

    Pontos de venda: 
    - Bilheteria do Teatro - Terça a domingo, das 14h às 19h (Em dias de espetáculo até o início da apresentação)
    www.compreingressos.com pelo telefone: (62) 4052-0016
    - Tribo do Açaí - Rua 36 número 366, Setor Marista. (62) 3091-3210
    - Komiketo da T-4 (St. Serrinha) - Somente em dinheiro (62) 32554040

    Sobre a produtora Dcarte
    A Dcarte, produtora com expertise de mais de 20 anos na concepção de eventos artísticos e educacionais, traz para Goiânia neste ano, espetáculos premiados com atores renomados do circuito Rio-São Paulo. O projeto Circuito GO de Teatro e Circuito GO Kids foi idealizado pela produtora, atriz e figurinista Danielle Cabral, que possui ampla experiência na área de comunicação, marketing e produção de arte no Brasil e em Paris.

    Para 2017 estão programadas a apresentação de dez espetáculos. Contemplam o projeto, oito peças que farão parte do Circuito GO de Teatro, além de mais dois espetáculos infantis, produzidos pela companhia Le Plat du Jour, no Circuito GO Kids.

    Na área de educação estão previstas palestras com personalidades reconhecidas por suas experiências práticas e/ou conhecimento acadêmicos em diversas áreas culturais e empresariais.