Maurício Meirelles apresenta o stand up "Perdendo Amigos", em Goiânia

     

     

     


    Temas polêmicos abordados sem o menor pudor. Essa é uma das características do stand up comedy “Perdendo Amigos”, com Maurício Meirelles. Mas, há outras. O comediante já percorreu as principais capitais do Brasil e volta novamente a Goiânia para mais uma apresentação. A tônica é a mesma, a abordagem polêmica e politicamente incorreta sobre diferentes assuntos da atualidade com irreverência na medida certa. A apresentação será no dia 11 de fevereiro, às 21h, no Teatro Madre Esperança Garrido.

    “Falo sobre corrupção, religião, casamento gay, maus tratos aos animais... Certamente, vou desfazer a amizade com alguns amigos ao longo do show. Só minha mãe continuará me amando", dispara em tom de brincadeira. Mauricio Meirelles apresenta o quadro Webbullying no programa Pânico na Band. O Webbullying é uma espécie de trote virtual porque o comediante toma conta do perfil de uma pessoa no Facebook, Twitter ou Instagram. 

    Cada vídeo é fenômeno de audiência no Youtube com milhões de visualizações. Com tamanha popularidade, não podia ser diferente, o quadro foi incorporado ao “Perdendo Amigos”. Durante o stand up algumas pessoas da plateia são convidadas a subir no palco e expor sua conta nas redes sociais para o comediante brincar como e com quem quiser. Óbvio que, ao final, tudo fica esclarecido quando a foto de Maurício e o convidado é postada.

    Além do Webbullying, Maurício Meirelles interpreta textos inéditos, piadas fortes, porém atuais, plágios musicais e canções da Banda Renatinho, onde toca guitarra ao lado dos colegas não menos engraçados Tatá Werneck, Murilo Couto, Marco Gonçalves e Nil Agra.

    Outra característica do espetáculo, e talvez a que mais mexe com os espectadores, é a desenvolta interação. Além de muito engraçado e simpático, o humorista deixa as pessoas muito à vontade. A naturalidade e a empatia passam a fazer parte do show e isso transforma cada apresentação num trabalho único. Mesmo seguindo o roteiro nenhuma é igual à outra.

    A exemplo do último stand up “Não Leve a Sério”, que ficou três anos em cartaz, Perdendo Amigos também tem o envolvimento direto do comediante. Ele escreve, edita, produz e o empenho gera reconhecimento. “Perdendo Amigos” foi escolhido o melhor show de stand up comedy pelo Festival Risadaria 2016. A duração do espetáculo é de 80 minutos.

    Maurício Meirelles
    Numa rápida olhada pelo currículo do ator carioca Maurício Meirelles é possível constatar sua versatilidade. Característica de quem está sempre criando e inovando. O humorista, que também é publicitário, foi repórter do programa CQC e atualmente está no Pânico, exibido na Rede Bandeirantes. De sites, a agências de propaganda, passando pela telona, até os palcos foi tudo muito rápido, mas ele soube segurar a bola e o resultado é o sucesso que emplacou pelo humor diferenciado feito por ele. 

    Depois de se formar em publicidade e propaganda na Casper Líbero, em 2002, atuar em agências renomadas na capital paulista, aonde chegou inclusive a conquistar prêmios, Maurício trabalhou como colunista semanal no portal de notícias IG. Em 2007, começou a se aventurar, discretamente, pelo estilo stand up comedy com textos sobre cotidiano. No ano seguinte, formou o grupo Confraria da Comédia com Danilo Gentilli, Felipe Hamachi e Rogério Morgado, outros comediantes de peso. Sempre com um olhar voltado para o stand up comedy, entrou para o grupo Seleção do Humor Stand Up, no Teatro Folha.

    Seu desempenho em projetos humorísticos rendeu, em 2010, um convite para integrar a equipe de roteiristas do programa Legendários, veiculado na Rede Record. Nesse mesmo ano, lançou seu primeiro livro – E se o stand up virasse um livro? A publicação é uma coletânea dos melhores roteiros, textos de blog e portais. 

    A estreia em cinema aconteceu em 2011. Maurício Meirelles teve uma participação em “Onde está a Felicidade?”, comédia romântica dirigida por Carlos Alberto Ricceli e protagonizada por Bruna Lombardi. Logo depois, foi contratado como repórter do Programa CQC e se manteve no elenco fixo por quatro temporadas. 

    O primeiro show solo foi lançado em 2012. Não Leve a Série arrancou gargalhadas de milhares de espectadores por várias cidades brasileiras, tamanha a interação do artista com o público. O sucesso foi tanto que a Netflix incorporou o compacto da apresentação em seu catálogo. Em 2013, o comediante criou o quadro Facebullying, um fenômeno de audiência no YouTube, e o integrou ao espetáculo Não Leve a Sério. Mais tarde, o nome mudou para Webbullying porque passaram a ser usadas também outras mídias sociais.

    Desde 2015, percorre as principais cidades brasileiras com o novo espetáculo, o stand up comedy “Perdendo Amigos”. Maurício Meirelles tem ainda um pocket show de humor especialmente para o mercado corporativo, além de participar da Banda Renatinho ao lado de Tatá Werneck, Murilo Couto, Marco Gonçalves e Nil Agra.

    Serviço
    Espetáculo: Perdendo Amigos, com Maurício Meirelles
    Local: Teatro Madre Esperança Garrido
    Data: 11 de fevereiro, às 21h

    Vendas: 
    Komiketo – (avenida T-4, Setor Serrinha. Fone: 3255-4040)
    Submarino Festas – (avenida T-1, Setor Bueno. Fone: 3261-1775

    Valor dos Ingressos:
    . R$ 80 (inteira) / R$ 40 (meia-entrada)

    Informações: (62) 3212-3531