Espetáculo "Três Casamentos Uma História" terá duas apresentações em Goiânia
    No elenco, quatro atores em uma comédia bem humorada que retrata encontros e desencontros de uma mulher com seus ex-maridos


     

    Uma reflexão divertida sobre relacionamentos entre homem e mulher é a proposta da peça Três Casamentos Uma História, que será apresentada no Teatro Sesi, dias 27, às 21h, e 28 de janeiro, às 20h.

    Com direção do experiente José Lavigne, o espetáculo tem no elenco os atores Naura Schneider, Kadu Moliterno, Carlos Simões e Daniel Blanco. Na história, Joana se dá conta que só conseguiria comemorar Bodas de Prata se somasse o tempo de seus três casamentos. Então resolve convidar para jantar os ex-maridos, cada um com sua história, opções de vida e diferenças impressionantes. 

    Durante o jantar, Joana revela um desejo e um segredo que os deixa atônitos, e ao conversarem sobre seus casamentos, cada um descobre que Joana é bem diferente, em situações surpreendentes e engraçadas, às vezes dramáticas. A peça mostra que sempre há uma maneira e é tempo de tentar realizar sonhos.

    Além do bom texto, a peça chama a atenção pelo desempenho dos atores no palco, entre outros elementos. Uma comédia para refletir, questionar e se divertir muito. A produção é de Caravana Produções e Voglia Produções Artísticas. 

    Serviço
    Espetáculo Três Casamentos Uma História

    Local: Teatro Sesi, avenida João Leite, nº 1013, Setor Santa Genoveva

    Data e horário: 
    27 de janeiro (sábado), às 21h / 28 de janeiro (domingo), às 20h

    Valor dos ingressos
    R$ 80 (Inteira) / R$ 40 (meia-entrada)

    Vendas
    www.compreingressos.com / Call center 4052-0016
    Komiketo (da Av. T-4, St Serrinha)

    Informações: (62) 3269-0800

    Ficha Técnica 
    Argumento: Naura Schneider
    Texto: Cláudio Torres Gonzaga
    Direção: José Lavigne  Elenco: Naura Schneider, Kadu Moliterno, Carlos Simões, Daniel Blanco 
    Cenário e Músicas: Alexandre Elias
    Iluminação: Aurélio de Simone Figurinos: Teca Fischisnki Fotos: Pino Gomes  Designer Gráfico: Fábio Passos  Direção de Produção: Lúcia Regina de Souza Produção: Caravana Produções e Vóglia Produções

    Os atores:

    Naura Schneider Atriz, produtora, e jornalista. Iniciou na televisão como repórter e apresentadora de telejornais. Pós-graduada em Cinema e com MBA em Cinema e TV, produziu diversos documentários e protagonizou os filmes Dias e Noites adaptado do Romance de Sérgio Jockyman e Vidas Partidas ao lado de Domingos Montagner, lançado em 2016.

    Em 1991 atuou na minissérie O Portador e em seguida na telenovela, Salomé. 
    Em 1992,Despedida de Solteiro 
    Em 1993, Sonho Meu 
    Em 1994, Irmãos Coragem 
    Em 1995, Zazá 
    Em 1997, Meu Bem Querer 
    Em 1998, Pícara Sonhadora 
    Em 2001, O Clone 
    Em 2003, Mulheres Apaixonadas 
    Em 2007 Senhora do Destino - atualmente em reprise na TV Globo.

    Participou de episódios do programa Você Decide; Baile de Máscara em 1993 e Reencontro em 1998; do seriado Radical Chic; Em 2000 da minissérie Aquarela do Brasil. Em 2002 participou de vários episódios do Programa A Turma do Didi, e do seriado A Grande Família; e de um episódio do seriado Carga Pesada e em 2010 de um episódio do seriado O Relógio da Aventura.

    No teatro atuou em Noel, Noel 1995; Chá de Setembro em 1998; Alguém entre Nós em 2010; Adorei o que você fez em 2011 e Bodas pelo Avesso em 2013.

    Kadu Moliterno  Aos 17 anos de idade, Kadu Moliterno estreou na televisão em As Pupilas do Senhor Reitor. Desde então, foram inúmeros trabalhos até o grande sucesso, 15 anos depois, do personagem Juba, em "Armação Ilimitada". 

    Foram muitos os importantes, mas posso destacar O Príncipe e o Mendigo, que foram os dois protagonistas de minha segunda novela, em 1970; Bruno, em Água Viva; "Jose Eleotério - o filho do diabo", na novela Paraíso, de Benedito Ruy Barbosa; Padre José Maria, em Memorial de Maria Moura; Rodrigo, em Anjo Mau. Além, é claro, do Juba - acrescenta Kadu.

    Começou no cinema em A Noite das Fêmeas, em 1973. Também foi, em 1985, o primeiro apresentador do Rock in Rio, escolhido por Roberto Medina. Sem ter um texto pré-definido, ele fez uma homenagem à cantora Elis Regina, que faleceu naquele ano. Seu último trabalho em novela foi como Pedro, em “Alto Astral”, em 2015 - mesmo ano em que esteve em cartaz com a peça Corra que Minha Ex-mulher Vem Aí.

    Carlos Simões  Começou no Teatro Tablado em 1989. Na TV, já participou de diversas novelas e seriados como A Regra do Jogo, Rocky Story, Zorra Total (2009/2015), A Turma do Didi, Guerra e Paz, Chamas Da Vida (Record), O Profeta, Páginas da Vida, Cobras e Lagartos, Sob Nova Direção, A Diarista, Senhora do Destino, Malhação, Kubanacan, Mulheres Apaixonadas, Chiquinha Gonzaga, Terra Nostra, Suave Veneno, Que Rei Sou Eu?, Rainha da Sucata, Prova de Amor (Record) e Porto dos Milagres, Seus Olhos (SBT). 

    No Teatro, a experiência também é vasta. Alguns trabalhos a serem citados são Os Homens Querem Casar e As Mulheres Querem Sexo 1 e 2, Corra Que a Minha Ex Mulher Vem aí com Os Divorciados, Correndo atrás.com e Minha Mulher Não É Minha Chefe na qual escreveu, dirigiu, atuou e produziu. Também atuou em Capitães da Areia com direção de Roberto Bomtempo e em O Santo e a Porca com direção de Íris Bruzzione.

    Daniel Blanco  Daniel Blanco possui um DNA talentoso. Ator e músico, Daniel vem de uma família de artistas, sendo neto do grande músico Billy Blanco e irmão das atrizes Lua Blanco, Estrela Blanco, Ana Terra Blanco, Marisol Blanco e do ator e cantor Pedro Sol.

    Interpretou o personagem Fabinho, na novela Totalmente Demais, filho dos pais interpretados por Vivianne Pasmanter e Humberto Martins. Antes de seu trabalho atual, Daniel integrou o elenco do seriado Malhação, fazendo par romântico com Agatha Moreira.