Adiantar a Declaração de Imposto de Renda traz vantagens

 

 

O prazo para o envio das Declarações de Imposto de Renda termina no próximo dia 30 de abril. A fila de restituição prioriza os idosos e portadores de doenças graves, mas após esse público receber, obedece uma ordem de entrega da declaração. Ao todo, são sete lotes de restituição, sendo o primeiro em junho e os demais em meados de cada mês, até dezembro. Ou seja, quem declarar nos primeiros dias pode receber antes o valor da restituição. Independentemente de haver restituição ou imposto devido, ao antecipar a declaração o contribuinte tem também mais tempo para conferir possíveis erros de informações e fazer a retificação antes do encerramento do prazo, evitando, deste modo, o pagamento de multa ou até mesmo cair na malha fina. Ademais, quem deixa para o fim do prazo pode enfrentar congestionamento no site da Receita Federal.

Porém, conforme Felipe de Oliveira Azevedo, gerente de Investimentos e Previdência do Banco Cooperativo Sicredi, para quem tem valor a restituir e possui dívidas, isso acaba sendo uma oportunidade e razão adicional para a antecipação, pois, assim, pode utilizar o recurso para quitação ou abatimento das operações, evitando o pagamento de juros desnecessários.

Investir o dinheiro da restituição é também uma opção vantajosa para os que querem colher bons frutos daquele dinheiro a mais na renda. A manutenção dos recursos na poupança, por exemplo, confere liquidez a qualquer momento para o investidor. Para aqueles que buscam rentabilidade superior à taxa referencial Selic, existe também a opção dos Fundos Multimercados, por exemplo.

O Sicredi instituição financeira cooperativa que possui mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros, por exemplo, possui opções para todos os tipos de investidores. Além da poupança e aplicações em fundos, uma maneira interessante de investimento é a Previdência Privada, como PGBL, que permite abatimento de até 12% da renda bruta do contribuinte. Esta é uma maneira de planejar uma renda complementar para a aposentadoria e, em paralelo, obter um benefício fiscal.

Sobre o Sicredi
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.