Central Sicredi Brasil Central comemora 30 anos de atuação
    Com sede em Goiás, a Central representa sete cooperativas de crédito das quais três atuam hoje no Estado. Presidente Celso Figueira relembra as conquistas da marca e a jornada de compromisso e seriedade da instituição para com a sociedade e o mercado financeiro

    No domingo, dia 10 de novembro, a Central Sicredi Brasil Central celebra uma trajetória 30 anos e sua forte presença nos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, oeste da Bahia, além do Distrito Federal. Representando esta atuação geográfica, estão os mais de 270 mil associados, através de sete cooperativas, numa projeção de encerrar 2019 com resultados na ordem de R$ 260 milhões. E os números não param por aí. Com a presença nacional que reforça a relevância de ser a primeira instituição cooperativa de crédito do país, a marca está presente em mais de 1.700 agências em todas as regiões brasileiras.

    Nossos resultados são consequência do bom desempenho das cooperativas associadas, responsáveis em oferecer um atendimento diferenciado e capaz de demonstrar a relevância de produtos e serviços financeiros com o melhor custo benefício do mercado. Essa credibilidade, tanto no mercado financeiro, quanto perante os associados, está entre os fatores que se somam ao crescimento do Sicredi, ressalta o presidente da Central Sicredi Brasil Central, Celso Figueira.

    Com a experiência de estar à frente da Central em todos os marcos de desenvolvimento, o atual presidente da instituição lembra que praticamente não havia oferta de opções financeiras em boa parte do Centro-Oeste até o final dos anos 80. As cidades do interior eram as que mais sofriam com condições precárias de atendimento e falta de crédito.

    O Sicredi surgiu da iniciativa de pessoas determinadas em mudar essa situação, da reunião de grupos que se organizaram e criaram soluções para suas comunidades. Ainda hoje, em muitas cidades somos a única instituição financeira, localidades onde os bancos não querem estar. Ainda assim, as cooperativas de crédito estão entre os setores produtivos que mais crescem na economia brasileira. Mas, o nosso segredo está nas alternativas eficientes para as pessoas gerenciarem seus recursos, ressalta.

    Neste processo, o sistema de gestão do Sicredi se destaca ao estimular a participação. Isto porque, seus associados são informados não apenas do resultado do investimento, mas como esse lucro obtido pela cooperativa é aplicado em benefício da própria comunidade e como cada associado participa ativamente deste processo através das assembleias.

    A atuação para os próximos anos prevê desde a abertura de novas agências, ao fortalecimento da marca nos Estados de Goiás e Tocantins já que no país são mais de 4 milhões de associados -, além de treinamentos variados para as equipes de trabalho. Soma-se a isso, um planejamento estratégico que visa difundir o cooperativismo de crédito e suas inúmeras vantagens.