Sicredi Planalto Central inicia entrega de recursos a 26 projetos socioculturais em 16 cidades
    Fundo Social criado pela cooperativa de crédito irá destinar este ano mais de R$133 mil em recursos beneficiando comunidades e diversas entidades

     

    O Sicredi (Planalto Central) dá início à entrega de R$133 mil referente aos recursos provenientes de seu Fundo Social, beneficiando mais de 16 cidades, através de 26 projetos. Na lista de entidades beneficiadas figuram asilos, creches, escolas e bibliotecas municipais, além de ações abertas à comunidade como palestras, atividades recreativas e até entrega de sopa.

    Sem fins assistencialistas, as entidades atendidas pelo Fundo Social da cooperativa pelo segundo ano consecutivo, protagonizam projetos que realmente tenham a capacidade de fazer a diferença em suas comunidades.  O valor empregado nos projetos foram previamente aprovados nas Assembleias de Núcleo e consolidado na Assembleia Geral de Delegados. 

    Demonstrando que a iniciativa e sua relevância crescem a cada ano, em 2018, os benefícios chegaram a 11 cidades em 18 projetos diferentes. Em valores, o crescimento de um ano para o outro representa mais de 190%, o que para nós é uma vitória significativa, reforça o presidente da Sicredi Planalto Central, Pedro Caldas.

    Algumas ações

    No dia 19 de novembro, em Ipameri-GO, houve a entrega do Fundo Social para o Projeto Novo Viver, assinado pela escola de jiu-jítsu da cidade e que se compromete ao auxílio e acolhimento de crianças e adolescentes. A doação contemplou 38 kimonos, 16 faixas, 4 ventiladores e 1 armário de aço.

    Nos dias 21 e 22 de novembro aconteceu uma das ações com os recursos do Fundo Social na cidade de Campo Alegre de Goiás, com o palestrante Marcos Schwingel, apresentando o tema Uma Vida com Propósito. No primeiro dia, a palestra foi dirigida a adultos e no segundo, contemplou o público jovem. Ambas as apresentações contaram com um coquetel na Igreja São Sebastião.

    Já na cidade de Mambaí GO foram contemplados cinco projetos.  Entre os que estimularam prática esportiva, figuraram a compra de patins para crianças carentes praticarem aulas gratuitas numa escola local, a compra de material esportivo para a prática de handebol para mulheres,  em aulas ministradas  no Ginásio Municipal de Esportes e  doação de material esportivo para a prática de futebol  numa escolinha que atende gratuitamente  crianças da comunidade. Estimulando a leitura, houve a entrega de material para construção de uma área de leitura, anexa à biblioteca de um Colégio Estadual.  No quesito saúde, a comunidade foi beneficiada com a compra de móveis para o ambiente de espera do Hospital Municipal que está sendo construído na cidade por uma Associação de empresários e fazendeiros  da região.